O Presidente do Conselho de Administração do Instituto de África Ocidental (IAO) recebe a Visita do Comissário da CEDEAO para o Comercio, Alfândegas e Livre Circulação acompanhado pelo Diretor das Alfândegas


Visite Commissaire Commerce CEDEAO IMG 5045 1O Instituto de África Ocidental (IAO) acolheu na terça-feira 26 de Setembro de 2017, o Sr. Laouali Chaibou, Comissário para o Comercio, Alfândegas e Livre Circulação da CEDEAO e o Sr. Salifou Tiémtoré, Diretor das Alfândegas.

A delegação foi recebida pelo Engº José Brito, Presidente do Conselho de Administração do IAO e o pessoal do Secretariado Executivo, Sra. Vanilde Lopes e o Sr. Renato Frederico estando a Diretora Geral, Prof. Dra. Djénéba Traoré ausente do país. 

Depois de uma breve apresentação e agradecimentos à delegação pela visita, O Engº Brito fez uma curta apresentação do Instituto: sua criação, seu estatuto, seus promotores e sua situação financeira que se encontra ainda por estabilizar. O Presidente do Conselho de Administração do IAO informou também da vontade e dos esforços iniciados para que o IAO seja transformado numa Agência Especializada da CEDEAO e conseguir assim implementar o seu plano de ação estratégico.

Durante a sua intervenção, o Comissário Chaibou informou que a sua visita tinha como objetivo dar um impulso à entrada em vigor do Tarifa Exterior Comum (TEC) em todos os Estados membros da CEDEAO até Janeiro de 2018, sendo os únicos países que ainda não aderiram, Cabo Verde e a Serra Leoa.

O comissário da CEDEAO agradeceu o Engº Brito por todas as informações recebidas sobre o IAO e prometeu ser portador das preocupações expressas para junto dos seus colegas da Comissão.IMG 5046

O Diretor das Alfândegas, Sr. Tiémtoré também agradeceu as informações recebidas sobre o Instituto, e afirmou estar convencido de que o IAO é a Instituição de que a África precisa. Assim, sugeriu que o Instituto seja apresentado em Abuja durante uma semana a fim de promover as suas atividades.

As trocas que se seguiram foram essencialmente sobre os possíveis cenários para melhorar o processo de integração regional e a contribuição da República de Cabo Verde para alcançar os objetivos fixados. As duas partes abordaram também os principais desafios do continente africano e partilharam as suas respetivas visões sobre o seu futuro com base em suas ricas experiências ganhas.

No tocante às publicações da série “Análises Críticas e Estratégias de Acão” cujos alguns exemplares foram oferecidos aos dois altos quadros da CEDEAO, o Diretor das Alfândegas constatou que se trata de estudos inovadores que fazem falta em vários sectores da CEDEAO e que as reflexões e recomendações que estas obras concluem, são de grande importância para os atores da integração regional.

 Depois de quase duas horas de diálogo convivial marcadas por uma alta interatividade, a visita terminou com a troca de melhores votos.IMG 5049

 

Copyright © 2012 WAI - West Africa Institute. All Rights Reserved - Designed and developed by: NOSi.